Porquê Contratar um Personal Trainer?

Dicas CEFAD Porquê Contratar um PT

Todas as áreas têm o seu especialista, por exemplo, quando o nosso carro avaria vamos ao mecânico e não ao médico, certo?

Então porquê fazer exercício físico sem o auxílio de um especialista em exercício Físico? 

Neste artigo iremos explorar motivos para os quais se deve contratar um Personal Trainer  e também algumas formas de ganhares motivação para que Treinar não seja parte de uma rotina quase obrigatória, mas sim, um momento de relaxamento, prazer e divertido.

Fazer exercício físico é, para alguns, uma rotina, de tal forma que até já o fazem quase em modo de piloto automático e por vezes, a ajuda de um Personal Trainer pode ser o que precisam para tornar o treino mais motivador.

Para isso, é necessário existir disciplina e, principalmente, organização.

A contratação de um Personal Trainer é a garantia de:

1. Qualidade

Trabalhar com um profissional do exercício físico é, muitas vezes, a garantia de que o cliente irá usufruir de um treino que será ajustado às suas necessidades, tendo em conta as suas limitações.

2. Mais Saúde

Trabalhar com um profissional do exercício físico é, muitas vezes, a garantia de que o cliente irá usufruir de um treino que será ajustado às suas necessidades, tendo em conta as suas limitações.

3. Assertividade

O conhecimento do corpo humano e a interpretação das nossas necessidades é um fator importantíssimo para o sucesso da relação do teu cliente com o treino. A abordagem generalista de pernas/braço e costas dá lugar a um processo de pensamento hábil que olha para o corpo como um sistema complexo e que necessita de espírito critico na hora de decidir o que é o indicado para o teu cliente.

Assim, o Personal Trainer, é responsável por toda esta “ginástica” intelectual que tem que estar presente em cada exercício.

4. Segurança/Eficácia

Com um Personal Trainer o teu cliente irá sentir a diferença desde o primeiro minuto do processo. A avaliação é, desde logo, um momento-chave para perceber a disponibilidade motora e adequar o programa à capacidade e aos objetivos do teu cliente.

Desta forma, o profissional irá reunir o máximo de parâmetros em relação de forma a reduzir os riscos de lesão e aumentar o mais possível a intensidade e eficácia do programa.

5. Compromisso

Este é um dos motivos mais evidenciados pelas pessoas que adquiriram os serviços de um personal trainer.

Para muitas pessoas, só o simples facto de ir ao ginásio já é um sacrifício, quanto mais fazer um treino exigente. É aqui que entra o personal trainer, havendo este compromisso e responsabilidade partilhada (entre aluno e treinador), torna a “fuga” menos atrativa.

6. Experiência de Treino Exclusivo

Ter um Personal Trainer significa usufruir de um acompanhamento de um Profissional que não se limita a debitar exercícios pré-definidos e a contar repetições, tornando a experiência exclusiva e distinta.

7. Otimização do Tempo de Treino

Existem diversas opções de serviços de Personal Trainer, sendo que as mais comuns são os treinos de 1 hora e de 30 minutos (indoor, outdoor e domicílio).

 Portanto, quando se fala em “falta de tempo” para treinar, podemos assumir estes serviços como boas soluções.

8. Flexibilidade Horária

A flexibilidade nos horários permitirá, ao teu cliente, treinar no horário mais adequado. 

Uma experiência de treino distinta é sentir o treinador 100% focado no cliente, nas respostas que o seu corpo dá e nas adaptações necessárias a fazer para tornar o treino o mais eficaz possível.

Mesmo contratando um Personal Trainer, por vezes a motivação para Treinar não está presente. O que devemos fazer?

Existem algumas técnicas que poderás explorar para ficares mais motivado(a) a fazer exercício físico, tais como:

a) É essencial escolheres metas realistas e documentares os resultados

No dia a dia, devemos ser realistas em tudo o que fazemos e isso também se aplica aos treinos e aos nossos horários, ou seja, devemos estabelecer compromissos que efetivamente podemos fazer.

Muitas vezes a falta de motivação surge porque as pessoas comprometem-se com timings e horários que são praticamente irrealistas como, por exemplo, treinar ao final de um dia de trabalho quando sabem que, muitas vezes, chegam ao final do dia sem vontade, sequer, de fazer o jantar, quanto mais para fazer um treino. Não cumprem o compromisso assumido e é aí que surge a desmotivação.

A parte de documentar também é um fator relevante e que devemos ter em conta.

No que toca ao exercício físico, nem sempre vemos mudanças do dia para a noite, o que pode levar à deceção. Ao documentar o teu percurso através de fotografias, por exemplo, podes ir acompanhado as diferenças e as evoluções através do que vês, e de algo que seja real.

Não te concentras apenas na balança, porque o “peso é falacioso” podemos ver o peso aumentar e isso pode dever-se a um aumento de massa muscular (porque o músculo é mais denso que a gordura)

b) Estabelece uma rotina

Agora que já definiste a tua meta, chegou o momento de organizar os teus dias. Para além das tarefas diárias, deves arranjar algum tempo para treinar, sejam 30 ou 40 minutos.

Nesse momento não podes colocar a roupa a lavar,  dar banho aos miúdos, passar a ferro, ou até ir à esplanada. Esse é o período que vais treinar, ponto final.

Se apontares num calendário, de forma realista, a que horas e dias pretendes treinar, vais estar a facilitar o teu compromisso com esse treino.

Uma das perguntas que podes ir fazendo a ti mesmo, é “quantos treinos consigo encaixar na minha semana? Quanto tempo posso dedicar a um treino?”. Isso é importante para começares a definir a tua rotina de treino.

c) Partilha o Compromisso com alguém

Nem todos pensam da mesma forma, mas se tiveres alguém com quem partilhar uma tarefa, um trabalho ou até mesmo um compromisso pode ser benéfico, seja com familiares, amigos ou até mesmo com um Personal Trainer (conforme abordado anteriormente).

A partilha do compromisso vai ajudar-te a manter a disciplina, criando uma motivação extra, porque sabes que não és apenas tu que está a fazer este esforço.

Conclusão

Neste artigo abordamos alguns conceitos importantes para te motivarem a treinar, com a ajuda de um personal Trainer.

Sem dúvida que assumir um compromisso com alguém é uma das melhores formas de não fugires ao treino.

Também exploramos argumentos que podes utilizar se já fores um Personal Trainer e quiseres demonstrar ao teu potencial cliente todas as vantagens de contratar os teus serviço, porque como referimos em cima, devemos contratar um Especialista em Exercício Físico para garantir a qualidade do treino, garantindo ainda que os exercícios são adequados às nossas capacidades.

Scroll to Top