Treino Funcional: Benefícios

O treino funcional é um método de trabalho ainda mais dinâmico do que os treinos convencionais, caracteriza-se por incluir diferentes capacidades físicas num único exercício. Assim, é um tipo de exercício que usa o peso do próprio corpo e em que o foco passa de um grupo muscular isolado para todo os músculos.

No ginásio existem diversos aparelhos que trabalham um músculo por vez e, em geral, os praticantes não precisam pensar muito para realizar os exercícios, mas para fazer o treino funcional são usados apenas alguns acessórios além do próprio corpo e os exercícios apresentam uma complexidade maior.

HIIT Dicas CEFAD

Para que serve o Treino Funcional?

Os exercícios funcionais solicitam diversos músculos simultaneamente, em cadeias. Os movimentos trabalham a força muscular, a flexibilidade, o sistema cardiorrespiratório, a coordenação motora e o equilíbrio.

As sequências incluem exercícios lentos para promover conscientização do movimento e exercícios mais rápidos e bruscos, onde a instabilidade criada externamente provoca respostas inconscientes ou reflexos.

Apesar dos benefícios do treino global, pode haver um risco maior para lesões. O melhor então é contar sempre com a supervisão de um especialista, um profissional de Educação Física.

Benefícios do Treino Funcional

Para além da tonificação muscular, o treino funcional implica numa maior complexidade do movimento e no envolvimento de várias capacidades físicas.

Desta forma, o organismo apresenta um gasto energético muito maior. Também é responsável por contribuir para:

  • Fortalecimento Muscular

Este é o benefício que mais conquista adeptos para o treino funcional. O exercício deixa o corpo definido e tonificado por completo, sem, necessariamente, depender de exercícios específicos para o rabito ou a barriga.

Segundo o educador físico Mauro Yoshida:

 “Em comparação com a musculação, o treino funcional ativa mais fibras musculares, as fibras estabilizadoras. O resultado é que o teu corpo estará preparado para qualquer movimento diferente dos guiados pela máquina”.

  • Melhorar a Postura

Costumas andar curvado ou tens dificuldade em manter a postura enquanto trabalhas?

Este é o tipo de treino que te ajudará, além de fortalecer os músculos que ajudam a manter a coluna reta, ajuda no desenvolvimento da consciência corporal.

“O Treino Funcional cria o hábito de contrair o abdômen e alinhar quadril, ombros e pescoço, uma vez que essa postura é solicitada durante a modalidade”, explica o educador físico Mauro Yoshida, de São Paulo. Mas ele faz a ressalva: “não adianta praticar uma hora de exercícios por dia alinhando o corpo e ficar outras oito horas com postura totalmente errada”. Por isso, vigia-te durante todo o dia.

  • Amenizar as Dores nas Costas

Vários estudos científicos apontam como um dos principais causadores de dores lombares e nas costas a falta de força de sustentação da região central do tronco, o core.

A região do core é uma espécie de cinturão que compreende músculos das regiões lombar, pélvica e do quadril. A sua principal ação é de estabilizar o corpo de uma maneira geral.

As estratégias do treino funcional atuam diretamente nessa área, já que têm como princípio atividades básicas, que precisam de estabilidade para serem realizadas.

  • Flexibilidade

A flexibilidade é muito trabalhada no treino funcional, uma vez que os movimentos são executados com amplitude total, fazendo com que o músculo se alongue.

Além disso, um treino funcional pode ter como objetivo principal a flexibilidade e ser feito especificamente para esse fim.

  • Um Treino mais dinâmico

As séries de exercícios não são fixas, como nas famosas fichas de treino da musculação, o que deixa o treino mais diversificado.

Trabalhar o corpo completamente, sem se limitar apenas ao fortalecimento ou ao exercício aeróbico, por exemplo, traz mais dinâmica ao treino funcional.

Restrições do Treino Funcional

Para além dos fatores como idade e sexo, a prática do treino funcional deve ter em conta o histórico de cada praticante. Pessoas que, ao longo da vida, praticaram diversas modalidades desportivas e atividades físicas, certamente se adaptarão melhor a este tipo de treino.

Devido à complexidade envolvida, este método não é um dos mais indicados para as pessoas previamente sedentárias.

O ideal para este público passará primeiro por se preparar com exercícios mais simples, como a própria musculação, antes de se submeter ao treino funcional.

Conclusão

O treino Funcional é um treino mais dinâmico o que poderá levar a um maior entusiasmo para a prática do exercício, diminuindo a taxa de desistência do praticante.

 Para além de trabalhar a parte muscular, o treino funcional também trabalha a parte aeróbica, que pode ser feita com circuitos em que o aluno corre, salta numa cama elástica, salta sobre um obstáculo, desvia-se de cones o que leva a uma grande perda de calorias.

Devemos ter sempre em conta que, o que é melhor para o praticante depende dos seus objetivos, das suas condições físicas e das suas limitações. Como em todo exercício, deve-se respeitar a individualidade.

Gostaste deste artigo? Partilha com os teus amigos :

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Centro Formação CEFAD
Centro Formação CEFAD

Deixa um comentário

O seu endereço de email não será publicado.

Índice
Dicas CEFAD

Dicas em Destaque

Newsletter CEFAD setembro 2022

3ª Newsletter: setembro 2022

3ª Edição da Newsletter CEFAD O período que estamos a viver éparticularmente importante para o CEFAD, poisestamos a comemorar a passagem do nosso30º aniversário. Nesta edição, para além das crónicas habituais, também podes encontrar informação exclusiva sobre os próximos eventos do CEFAD. Boa Leitura! Abrir Newsletter Facebook Instagram Linkedin Youtube Voltar Newsletter Próximos Cursos

Dicas CEFAD Foco Interno VS Foco Externo

Foco Interno vs Foco Externo

“Levanta a barra”, “Contrai o Grande Dorsal”, “Abre o peito para a frente”, “Concentra-te no abdominal”, são algumas das dicas utilizadas pelos treinadores para conduzir o processo e corrigir movimentos, porém muitas vezes não damos a devida atenção ao foco atencional que está a ser utilizado uma vez que o mesmo pode influenciar o resultado

Dicas CEFAD Elavação Lateral

Elevação lateral

Descobre as diferenças e o porquê da sua prescrição personalizada Análise Biomecânica aos exercícios É muito importante perceber o porquê (neste caso específico e não só) de prescrever um determinado exercício, analisar e identificar todas as forças que vão atuar sobre a nossa estrutura articular, muscular e perceber como isso pode afetar quer positivamente ou

Scroll to Top