Benefícios do Pilates

O Pilates é um método de exercício físico e alongamento, que utiliza o peso do próprio corpo para a sua execução.

Dicas CEFAD Benefícios Pilates

Este método possui muitos benefícios para os praticantes, conforme abordaremos mais à frente.

Foi desenvolvido por Joseph Pilates, foi o primeiro a explicar as teorias do desequilíbrio dentro do corpo e iniciou um programa de exercícios direcionado para ginastas e dançarinos, influenciando amplamente o ballet da cidade de Nova Iorque.

Joseph Pilates criou o método de Pilates baseando-se em 6 princípios:

  • Concentração

A conexão entre mente e corpo só é possível através de concentração nos movimentos e no momento presente. A Concentração também está envolvida com foco e esforço, que são necessários para execução correta dos exercícios, para a sua eficácia e consequente a sua aprendizagem.

  • Centralização

O Pilates exercita principalmente os músculos centrais do corpo, que são responsáveis pela sustentação da coluna e dos órgãos internos. O fortalecimento desses músculos, cujo conjunto é chamado de Powerhouse, constitui o pilar de Centralização no Pilates.

A Centralização está envolvida num dos mais conhecidos benefícios do Pilates: a reestruturação postural, alinhamento e estabilidade da coluna e consequente diminuição das dores nas costas.

  • Fluidez

Os movimentos nas aulas de Pilates devem ser executados com leveza, atenção e fluidez, sempre de forma harmoniosa e controlada. Este princípio deve ser aplicado junto com o pilar da Concentração, o foco de qualquer exercício de Pilates é tirar o corpo do “piloto automático” de movimentos e trazer a consciência para o corpo, focando na completa e correta execução.

  • Respiração

segundo Joseph, para a execução de qualquer atividade é necessário saber respirar corretamente, que nesse caso significa inspirar e expirar completamente, esvaziando os pulmões.

No Pilates, a respiração correta auxilia no alívio de tensões e deve ser sincronizada com o ritmo dos movimentos para que não se tranque a respiração durante a realização de nenhum exercício.

A Respiração é essencial para que os exercícios possam ser realizados com fluidez e concentração.

  • Precisão

A Precisão é?um princípio e uma consequência dos outros princípios, como a Concentração e o Controle. A Precisão está relacionada ?execução objetiva dos movimentos, priorizando o controle, o equilíbrio e a qualidade, com leveza e sem pressa. 

  • Controle

O Controle é um princípio necessário para que todos os outros ocorram.?Ao controlar os movimentos e a mente, diminui-se a chance de lesões e melhora-se o alinhamento da coluna e a coordenação.

Tipos de Pilates

Existem dois tipos de Pilates, o Tradicional e o Clínico, estes distinguem-se por algumas variantes na sua execução.

  • Pilates Clínico parte de uma posição neutra da coluna, ativação mais isolada do transverso abdominal em posição neutra, uma contração local num baixo limiar, uma seleção de movimento / exercício com base no raciocínio clínico, uma dosagem com base no desconforto e fadiga muscular, uma concentração no controle neutro antes de aumentar a amplitude articular. A escolha dos exercícios deve variar de pessoa para pessoa. A existência de uma boa estabilidade lombo pélvica inicial tem uma importância relevante no praticante de Pilates, bem como quantos ciclos respiratórios consegue realizar e as contrações médias do transverso abdominal.
  • No Pilates tradicional, o praticante parte de uma posição de flexão da cabeça, tem uma ordem restrita de movimentos no programa desenvolvido, uma dosagem específica e movimentos balísticos de fim de curso, o que torna o exercício mais exigente.

Pilates Clínico

Foi criado o Pilates Clínico de forma a adaptar os exercícios consoante a necessidade de cada pessoa, de forma a ajudar na sua reabilitação, através de exercícios terapêuticas.

O objetivo principal é trabalhar os estabilizadores e mobilizadores da coluna, através dos objetivos definidos para cada paciente. Em todos os exercícios é trabalhada a cadeia primária, que se define como a ativação de grupos musculares tais como: o transverso abdominal, o pavimento pélvico e o diafragma.

Através da realização deste tipo de exercício há uma menor probabilidade de compensação muscular, ou seja, o risco de lesões nas aulas é muito menor.

Benefícios do Pilates

Quando falamos em definição do corpo, não podemos deixar de a associar à prática do Pilates, uma vez que este é, sem dúvida, um dos tipos de exercício físico mais eficaz e que alcança melhores resultados para esse efeito.

Estão associados diversos benefícios com a prática de Pilates e enumeramos alguns:

  • Aumento da Densidade Óssea

O osso, tal como o músculo, “é um tecido dinâmico e responde a exercícios de resistência e de sustentação de peso”. Este tipo de exercícios envolve os músculos, puxando o osso para criar tensão, o que o fortalece.
No Pilates, estes exercícios são comuns, quando praticado com o auxílio de bandas de resistência e aparelhos específicos.

  • Alivia as dores de costas

Por ter como base o alongamento, o Pilates pode ajudar a atenuar dores nas costas.
Esta técnica fortalece o núcleo de músculos que apoia as costas, mantendo-nos alinhados, mas atenção, nem todos os tipos de dor de costas podem usufruir destes benefícios do Pilates. Por isso, é importante consultar primeiro o seu médico e perceber se é vantajoso para o seu caso.

  • Melhora a postura

Passamos a maior parte do dia sentados — e mal sentados — e grande parto do tempo de olhos postos nos smartphones e/ou computadores, o que leva a que os ombros estejam tendencialmente encurvados. Tudo isto se reflete na postura, o que pode criar desequilíbrios musculares.
O Pilates pode ajudar a reverter os efeitos destes maus hábitos, criando uma melhor simetria e equilíbrio muscular.

  • Auxilia na perda de peso

Com a prática regular de Pilates, ocorre a perda de peso e o aumento da massa muscular.

  • Aumenta a boa disposição

Durante a prática do Pilates, a respiração e a circulação sanguínea são melhoradas. Desta forma, a vitalidade aumenta, bem como a sensação de boa disposição.

  • Reduz o stress

No Pilates, a respiração tem um papel predominante, sendo, por isso, essencial que seja realizada corretamente, pois ajuda a executar os movimentos com mais eficiência. Além de tudo isto, a respiração praticada em Pilates ajuda-te a reduzir os níveis de stress.

Resultados da Prática de Pilates

Existem evidências científicas consistentes de que o Pilates é eficaz para redução de dores lombares, que geralmente são causadas por má postura.

Esse efeito deve-se ao fortalecimento muscular na região lombar, ao alinhamento da postura e ?promoção de uma maior sustentação na coluna.

O Pilates promova maior controle e consciência corporal, facilitando o controle voluntário da postura.

escoliose também é uma condição que pode ser atenuada através da prática de Pilates. Este método pode ainda reduzir a necessidade de remédios anti-inflamatórios.

A prática de Pilates é responsável por melhorar a flexibilidade, a concentração, o equilíbrio, reduz o stress e ainda diminui dores musculares 

Pilates: Imprinting

1. Inspirar pelo nariz

2. Expirar pela boca

3. Fechar costelas

4. Contrair parede abdominal

5. Estabilizar zona lombar e pélvica.

No vídeo poderás ver a professora Sofia Oliveira, formadora da delegação do Porto, a realizar o Imprinting de forma correta.

Pilates e Cãibras

É comum aparecerem cãibras na prática de Pilates, sobretudo no início.

São contrações musculares que têm a ver com vários fatores, como a desidratação, o desequilíbrio, fluidos corporais, a fadiga muscular, ou mesmo com alguns aspetos neuromotores ou certas patologias (deficiência de sódio, magnésio, potássio e/ou cálcio).

É perfeitamente natural, demonstram que o nosso corpo está a reagir ao estímulo que lhe estamos a dar!

Para evitar devemos manter o condicionamento físico, principalmente o método Pilates, a par de uma alimentação equilibrada e hidratação.

Scroll to Top